Construir e mobilar com o Fotovoltaico

Se até ontem, se olhava para os sistemas fotovoltaicos integrados na arquitetura apenas como uma “ferramenta” para produção de energia, agora é possível começar a pensar nele como uma peça de mobiliário, tanto urbano q doméstico. Na verdade, várias empresas estão concentradas na pesquisa de novos materiais de construção capaz produzir energia, e muitas são capazes de oferecer produtos comerciais extremamente competitivos e funcionais.

Uma famosa empresa italiana, especializada na fabricação de tijolos de vidro e cimento, atualizou recentemente oferta, propondo um tijolo fotovoltaico em vidro. Este tipo de tijolo, chamado Fotovoltaico hospeda dentro dele célula fotovoltaica, uma bateria de alta capacidade e LEDs que funcionam como uma fonte de luz para o ambiente, circundante, assegurando uma considerável economia de energia, bem como um efeito visual notável.
Outra multinacional, há muito tempo ativa no campo solar, em vez disso ampliou sua oferta comercial, propondo produtos fotovoltaicos, desde pisos luminosos alimentados por células fotovoltaicas contidos dentro deles, aos vários fotovoltaicos a serem utilizados para montar janelas, portas, clarabóias ou para ser integrada nas fachadas ventiladas de edifícios. Este tipo de vidro, além de seu valor estético e arquitetônico, fornece propriedades adicionais, tais co produção de energia ou como isolamento térmico e acústico, iluminação natural e ainda filtro dos componentes nos dos raios UV.

Projetar um edifício com impacto zero ou até mesmo com um equilíbrio energético positivo, já não é mais uma dor de cabeça graças ao grande potencial da energia fotovoltaica, com pouco esforço é possível obter sucesso na combinação habitabilidade ideal, estética, funcionalidade e respeito ao meio ambiente.