-Conexão entre Espanha e França representa um enorme avanço tecnológico

No sentido de melhorar a segurança, estabilidade e qualidade do fornecimento de energia entre Espanha e França, foi em 2008 aprovada a construção de um túnel que liga os dois países na zona dos Pirenéus. O acordo foi estabelecido entre a REE (Rede Elétrica Espanhola) e RTE (Rede de Transportes e Eletricidade). Este acordo foi assinado equitativamente pelos 2 países formando a sociedade Inelfe, que foi responsável pela construção do mesmo. Este projeto vai conseguir duplicar a capacidade de intercâmbio de energia elétrica entre os dois países de 1400 a 2800 MW. Esta troca de energia entre os dois países só é possível graças ao túnel de interligação elétrica de MAT construído.
Além das vantagens a nível da qualidade de serviço e do abastecimento das populações de Roussillon e Empordà, vai ainda garantir que é fornecida a eletricidade necessária para a correta operação do comboio de alta velocidade do lado espanhol. Vai também fazer um aproveitamento das energias renováveis, especialmente a energia eólica proveniente do sistema ibérico.
A linha construída tem uma extensão de 64,5 km e liga Sant Llogaia (em Espanha) com Baixas (em França), e a rede em questão está construída paralelamente à linha ferroviária de alta velocidade. Esta interligação representou um investimento de 700 milhões de euros. O programa europeu EEPR financiou cerca de 225 milhões e o Banco Europeu cerca de 350 milhões, este financiamento foi concedido à RTE e REE para execução do projeto.
A dimensão deste projeto é enorme e o resultado uma verdadeira conquista porque envolve um investimento muito grande, ao nível da infraestrutura desde há 30 anos que não é colocada em serviço uma interligação com França. Representa um passo muito importante a nível europeu pois vai ser um projeto pioneiro em potência e tecnologia de conversão, estamos a caminhar para um futuro de eletricidade sem fronteiras. A conclusão desta linha e as suas vantagens representam um êxito tanto a nível político como tecnológico.

Jessica Silva

FEUP
www.ree.es/es/actividades/proyectos-singulares/nueva-interconexion-electrica-con-francia#